segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Conhecendo uma chácara especial


Orgânicos: porque confiar neles?

Em primeiro lugar, o que são orgânicos? Você sabe?

Pois fique agora sabendo, que são alimentos plantados de forma natural, sem contato com fertilizantes e insetisidas produzidos industrialmente.
É muito mais comum, barato e cômodo, comprar produtos com as 2 últimas características citadas acima, afinal, são, como já foi dito, ''MAIS BARATOS'' principalmente. Mas porque são baratos? Porque os vegetais, legumes, verduras, frutas, crescem mais rapidamente, por conta dos fertilizantes industrializados, são livres de pragas, por usarem agrotóxicos. A SAÚDE do consumidor, não é levada a SÉRIO. O que é levado a sério até então é ''LUCRO''. Os orgânicos não são um boa para as grandes empresas. Quem mexe com isso, tem que ter muita paciência, pois eles demoram 20 dias a mais para crescerem e serem consumidos.
Um dos homens que trabalha lá, o Juvenal, disse que, quando se compararmos por exemplo, um tomate convencional, ou seja, o mais comum hoje em dia, aquele que é produzido com agrotóxicos e fertilizantes e um outro que não use nada disso, o com agrotóxico depois de podre, liberará o odor do VENENO.
Uma denúncia: os convencionais são mais baratos porque a índústria do ramo não gostaria que fosse divulgada a agricultura familiar, que produz os bons alimentos, pois não daria lucro. O grande problema hoje em dia também, para que esse método saudável de produção não cresça, é por conta da pressa que todos nós temos, de comprar os alimentos, num mundo desse tamanho. Por isso também, não é mais barato.
Enfim, uma das coisas mais interessantes ouvidas, foi a dica de como se fazer lactobacilos vivox, que junto com a terra e o esterco, ajudam no crescimento da planta. Antes de falar dos lactobacilos, é interessante falar que a maior parte das pessoas (os corajosos), pegou no esterco e ajudou a plantar tomates e alfaces. Foi muito bom. Mas então, os lactobacilos feitos caseiramente, são produzidos da seguinte forma:
Pegue arroz, pré-cozinhe, depois coloque esse arroz embaixo de alguma árvore na floresta. Depois de alguns dias, esse arroz irá fermentar e formará fungos, que serão importantes para a planta.
Outra coisa interessante, é que esses nossos novos amigos (os agricultores), não interferem na vida da planta, só a nutrem. Não a regam e quando chove, não fazem nada, mesmo quando vêem uma chuva forte à vista, que poderá matar suas plantas. As plantas têm sua vida e ninguém interfere.A natureza tem valor especial para eles.

Confira um pouco da nossa visita:

nome da chácara em que moram as pessoas que nos apresentaram os orgânicos;
Pegamos (e quase comemos) esterco. Esse é o Gabriel;
conhecendo a terra;
pequeno rio;
bela paisagem;
Paty (nosso professora) e Madalena conversando lá no fundo;
Luciane, a mulher que fez 3 formas de bolo e é nossa cozinheira OFICIAL (oaksokaoskaosk) o motorista que nos levou e nos trouxe e Juvenal;
nós brincando de ''máfia'';
olha a jacaaaa oaksoaksoak;
a futura ''personal trainer'', Jéssica com dois côcos nas mãos;
chegamos em uma das hortas;
Nelson e Julie;
pé de jaca;
do que o Willian tá rindo? Nós entrando em uma parte da chácara;
tiramos fotos com a nossa amiga da Alemanha, a simpática Lisa;
José a Madalena;
Vitor prestando atenção no José;
meninas pegando acerola (amargas ou azedas? rsrsrsrs);
brotinho do alface;
indo pra horta :D;
exemplo de alface orgânica;
é esse o local;
José nos excplicando e ensinando sobre a terra, a plantação, etc;
tomando conhecimento ^^;
quase todos pegaram no esterco
Sabrina e Lisa;


Bem amigos, temos vídeos a serem postados e será interessante futuramente colocá-los aqui. Mais detalhes sobre a nossa visita, você vê no nosso amigo ''Gengibre'', o nosso boneco de estimação do blog, que fica à direita, no canto superior.

Aguardem! Abraços!!!

(postado por Gabriel de Freitas)

2 comentários:

Matheus disse...

O passeio foi muito informativo e divertido.....FOi muito legall....

janaia disse...

Jéssica diz:

foi muito engraçado todo mundo pondo literalmente a mão na bosta...
mas foi legal aprendemos muitas coisas que não sabiamos...
poderiamos ir pra lá mais vezes...